Mensagens de 1 Mês de Falecimento

Encontradas 132 mensagens de conforto:

Passou um mês, trinta dias desde a hora que você se foi. Ainda estou me acostumando a triste sensação de não ter seu corpo aqui, no mesmo mundo onde está o meu. Não será fácil, mas vou conseguir superar esta saudade.

Vou sempre recordar você como um ser humano diferente, especial, maravilhoso. Foi um privilégio compartilhar meu tempo neste mundo com uma pessoa assim tão marcante.

Descanse em paz! Faça sua viagem com serenidade e se puder me encontrar, por favor, orgulhe-se de mim. Este primeiro mês sem você foi difícil, mas em breve vou aceitar os desígnios e as leis da vida. Até um dia.
O mês mais triste e doloroso
1 mês de um rastro infinito
Ainda é muito difícil me acostumar com a ideia de não ter mais meu pai comigo. Hoje faz um mês de seu falecimento, mas a verdade é que parece que foi ontem. Sinto como se o tempo estivesse estagnado e eu não conseguisse seguir em frente.

Nunca vou esquecer de você, pai. Tudo que tenho hoje, eu devo a você e tudo que aprendi, foi você quem me ensinou.

É muito difícil seguir minha vida sem sua presença.

Levo sua imagem sempre comigo. Meu coração está se remoendo de saudades, querido pai.
1 mês depois a ferida continua doendo
Os primeiros trinta dias foram tão difíceis. Você se foi e me deixou tão só, tão triste e sem esperança. Claro que o tempo tem passado e eu tenho procurado entender esta decisão da vida e da morte. Não é fácil, mas tenho tentado.

Não prometo que vá conseguir, mas eu juro que irei tentar com todas as minhas forças. Quero me manter firme e forte, mesmo chorando por dentro, mesmo longe de ter paz no coração. Só posso desejar serenidade para sua eternidade, e isso farei todos os dias.

Tenho esperança que daqui a um mês eu já consiga enxergar a realidade com outra clareza e sem desviar o olhar. É claro que a saudade irá sempre existem, bem com a infelicidade de não estar perto, mas preciso estar bem para honrar seu nome e homenagear o sentimento que sempre nos uniu.
Como é difícil perder alguém que amamos. Hoje faz 1 mês que minha tia se foi e meu coração ainda está de luto. Sinto sua falta todos os dias e a saudade me acompanha 24 horas por dia.

Tia, nunca vou esquecer de você e de tudo que significa para mim. Tenho orado sempre por você e para que Deus me ajude a seguir em frente.

A falta que você faz estará para sempre gravada em mim.
Estaremos sempre juntos. Prometo que a morte não levará a melhor sobre nós. Você se foi e já passou um mês; você partiu para outro lugar e meu deixou mais só, mais triste. Não é justo, mas a vida é mesmo assim. Vou honrar seu nome, recordar a pessoa incrível que você sempre foi e continuar a trabalhar no legado que você trabalhou.

Gosto muito de você e por maior que seja a distância nada vai nos separar. Descanse em paz. Cuide de mim, olhe por mim, guie meus passos no melhor caminho. E só espero que um dia voltaremos a encontrar-nos no seu novo mundo. Sim, porque a vida não pode terminar com o adeus; com a morte. Até um dia!
Mãe, passou um mês desde o dia que você partiu e me deixou mais triste, só e infeliz. Acho que ninguém está preparado para uma despedida tão intensa como a morte. Eu não estou e jamais estarei.

Mas também sei que você quer minha felicidade é isso que vou fazer neste mundo. Vou lutar por tudo aquilo que é importante para mim; vou superar todos os desafios. Vou vencer todos os medos.

Vou ser feliz por você e honrar seu nome todos os dias. Só descansarei quando partir para seu novo mundo e me encontrar com você, mamãe. Fique em paz e olhe por mim. Até um dia, mãe.
Já passou 1 mês desde que você se foi.
A luz dos seus olhos para sempre
se apagou e no meu coração bate
agora uma saudade eterna.
Queria que tudo isto fosse um sonho,
que ao acordar você ainda estivesse aqui.
Mas você partiu e sem o calor da sua
presença devo continuar. Até sempre.
Um mês desde que você partiu. O peito ainda arde, as recordações ainda invadem meu pensamento como se fossem uma lâmina afiada cortando sem piedade, e eu tantas vezes sem saber o que fazer.

Nunca pensei que perder alguém doesse tanto. Talvez a razão desse sentimento seja a pessoa especial que você sempre foi para mim.

Tudo parece acabar repentinamente. Somos frágeis, valemos pouco face a forças maiores que gravitam no universo. Somos impotentes perante aquilo que mais odiamos.

E, para minha infelicidade, agora mais do que nunca, eu percebo que sou tudo isso junto, mas sem você.

Parece que tudo foi ontem, custa muito reagir perante o abanão da morte, mas eu prometo não permanecer nesta inércia e continuar.

Sim, continuarei por você homenageando o amor que nos uniu, porque o melhor que nos aconteceu jamais pode ser esquecido.
Um mês sem você, pai. Ainda parece mentira. Pensar que meu conselheiro, meu maior amigo, meu grande exemplo não está mais comigo. Ainda estou aprendendo a conviver com o vazio que me tem atormentado desde sua partida. É a consequência de ter perdido um dos maiores amores que alguém pode ter.

Sua morte veio trazer uma amargura indescritível, mas também um conjunto de memórias que sempre guardei com carinho de você. Tenho certeza que você foi o melhor pai do mundo porque me proporcionou a melhor vida que eu poderia ter. E foram muitas as lições que eu aprendi com seu bom exemplo.

Queria um último abraço, mas sei que já é tarde demais. Queria dizer o quanto amo você, mas minhas palavras não chegam a lugar algum. Por isso, continuarei lutando pela minha felicidade, pois sei que foi isso que você sempre quis para mim. Meu pai, você partiu mas permanecerá eternamente no meu coração.
Faz um mês que a vida perdeu a cor. O seu falecimento, essa despedida repentina, me deixou à deriva neste mundo. Todos os dias me lembro de você, mas isso não dói. A grande mágoa é sentir a sua falta. Dia após dia, noite após noite, sinto uma grande mágoa que nunca me abandona. Você vai viver para sempre no meu coração.
Hoje faz um mês que você faleceu, mas não houve um dia destes últimos 30 dias em que não sentisse você ao meu lado. Você está em tudo que eu faço e digo.

Desde que acordo de manhã até que volto a ir para a cama à noite, você está sempre comigo e irá continuar, pois jámais conseguirei esquecer você.
Não foi um mês comum. Foi o primeiro mês que passei sem minha tia devido ao seu falecimento. Foi, sobretudo, um mês de ausência, pois me faltou seu sorriso, sua companhia maravilhosa, suas histórias apaixonantes e seus conselhos sempre oportunos.

Há situações com as quais nunca me vou conformar, e a morte de minha tia é uma delas. Passe o tempo que passar, ela estará sempre presente no meu coração, e eu a vou homenagear em todas as oportunidades porque jamais posso esquecer tudo que ela representou para mim.
O tempo passou e a saudade é cada vez mais forte. Hoje faz um mês que você partiu; que deixou este mundo e se entregou a outro. As lágrimas continuam a cair e a dor aperta no peito dia após dia.

Eu sei que o tempo irá levar a mágoa e o desespero, mas sentirei sua falta eternamente. Eterno também será este luto que afoga meu coração em uma esperança sem sentido. Descanse em paz até à hora do nosso reencontro. Até um dia.
Faz hoje um mês que tive que
aprender a viver sem você.
Faz hoje um mês que
um pedaço do meu coração
foi arrancado de mim à força.

Doeu como nada doera antes,
e ainda choro essa dor,
ainda caminho sem direção,
sem noção de onde posso
reencontrar meu sorriso.

Faz hoje um mês que
a morte roubou você de mim.
A saudade é grande e a única
certeza que tenho é que ela para
sempre vai me fazer companhia.
Vovó, como já sinto sua falta! Foi há um mês que seu corpo desapareceu dos meus olhos; há um mês que meu coração é sua casa de uma forma mais intensa. Querida avó, vou sentir sua falta eternamente.

Descanse em paz e cuide de mim. Por favor, vovó, me ajude a alcançar a serenidade de novo. Não tem sido fácil lidar com sua morte, com a triste e eterna despedida. Eu não sei como viver sem você!

Dói demais meu peito, aliás, tudo dói, inclusive no meu pensamento. As saudades ferem o coração de um jeito inexplicável. É algo quase sem nome, mas que arde, que queima e nunca deixará de queimar.

É a saudade de quem ama.
É a saudade de quem quer.
Até um dia, avó.