Mensagens de 1 Mês de Falecimento do Meu Pai

Encontradas 24 mensagens de conforto:

Ainda penso na primeira noite sem você, meu pai. Todos os dias penso. Acho que não dormi. Chorei durante horas e horas. Creio que gritei. Eu não poderia aceitar que você tinha morrido. Hoje, um mês depois, ainda choro; não grito, mas ainda choro.

Fico imaginando quem irá cuidar de mim nas horas mais difíceis. Como poderei escapar a uma vida infeliz se não tenho ao meu lado o meu herói? É duro perder quem se ama. Mas uma pessoa me falou ou eu li em algum lado que aqueles que amamos nunca desaparecem de verdade.

Talvez isso não seja verdade, mas cada vez mais eu sinto que estamos mais próximos do que nunca. É estranho porque já não sinto seu toque no meu cabelo nem escuto sua voz há trinta dias, mas a verdade é que me sinto próximo, bem junto de você.

Pai, se você puder me ver eu só quero que confie em mim. Eu prometo lutar todos os dias e todas as noites por uma vida serena, com a maior felicidade possível. Farei esse esforço por mim, mas acima de tudo por você. Agora continue descansando tranquilamente. Até um dia.
Este dia é especialmente difícil. Faz hoje um mês que você se foi, papai. Não sei como tenho conseguido lidar com tanto sofrimento no meu coração. Confesso que não sabia que era tão forte como tenho sido.

A passagem dos meus dias sem a sua presença tem sido terrivelmente dura, de uma violência sem precedentes. É algo descomunal. Sinto que algo em mim desapareceu, que a alegria desvaneceu; que nada mais resta de positivo.

Eu só espero que o tempo me ajude e este luto também. Espero também que você, esteja onde estiver, possa me dar conforto, um abraço à distância, um milagre. Pai, eu quero que você descanse em paz, mas preciso tanto de você aqui.
Há exatamente 1 mês meu pai se foi e desde então sinto um vazio no meu peito. Eu sei que ele está lá em cima agora olhando para mim e eu só espero que esteja em paz.

Pai, você significa muito para mim e eu nunca deixarei que caia em esquecimento. Tudo que tenho na vida, devo a você e é por isso que sempre o levarei comigo.

Você estará presente em cada objetivo que eu alcançar e em cada sonho que eu realizar. Viverei por você e tenho certeza que você se orgulharia de mim.

Descanse em paz sabendo que nunca será esquecido, pai!
Papai, já não sinto sua mão no meu cabelo há um mês; nem escuto sua voz, nem aprecio o brilho do seu olhar. Foi há trinta longos dias que você se foi para jamais regressar. Eu sinto tanto sua falta!

Quem me dera ter mais um minuto com você para lhe falar tudo que sinto; para lhe agradecer todo bem que me proporcionou, toda alegria que me deu. Quem me dera, pai! Se eu pudesse, voltaria no tempo e o abraçava com toda minha vida. Descanse em paz, meu herói!
30 dias se passaram desde que tive que me despedir do meu pai. O tempo não levou a saudade embora e sei que nunca levará.

Pai, você me deixou com um vazio no peito e muitas lembranças no coração. Guardo a memória dos dias que estávamos juntos com muito carinho.

Nunca esquecerei do que você foi para mim, pois foi um verdadeiro amigo. Que Deus lhe proteja a partir daqui.

Espero pelo dia que iremos nos reencontrar em um lugar melhor. Até, meu querido pai. Amo você!
Este mês foi o mais difícil da minha vida. Meu pai partiu há 30 dias e eu não sei exatamente o que fazer sem ele.

Ele sempre foi meu melhor amigo, meu grande companheiro e agora me sinto só. 

Pai, você pode me ouvir? Eu sei que tenho que me reerguer e seguir a minha vida, mas queria poder lhe dar pelo menos mais um abraço.

Sinto muito sua falta e a saudade cresce mais a cada dia. Nunca irei esquecer de tudo que vivemos juntos e você estará sempre vivo no meu coração, meu amado pai!
Papai, você sempre foi meu orgulho, o homem que mais admirei em toda minha vida. Dói demais saber que não o tenho mais ao meu lado para enfrentarmos a vida com a coragem que ela merece ser enfrentada. E já passou um mês: trinta dias sem você.

Desejo que descanse, que seu lar contenha toda serenidade que precisa e merece. Aqui na Terra eu tudo farei para o manter vivo, para recordar o homem bom e pai ainda melhor que sempre foi para mim. Descanse, meu querido pai, e até um dia.
Há pessoas especiais nas nossas vidas que nunca nos abandonam, mesmo depois de partirem.

Você é uma dessas pessoas, meu pai. Faz hoje um mês do seu falecimento, mas todos os dias eu me lembro de você.

Sei que sentirei a sua falta para sempre, mas também sei que você me acompanhará sempre no meu coração.

Descanse eternamente em paz, papai!
Na hora que você se foi eu senti um vazio no peito, um autêntico buraco que se alimentou de mim. Hoje, passado um mês que você se foi, pai, esse vazio está preenchido com saudade, dor, infelicidade. Sinto tanto sua falta!

É terrível acordar e adormecer, deitar meu corpo na cama ou jantar sem a sua companhia. Parece que algo em mim desapareceu quando você se foi para seu novo mundo. Não sei explicar. É duro! É difícil.

Eu quero me erguer. Eu acredito que vou conseguir me erguer, mas talvez precise de mais tempo. Certamente um mês é ainda cedo demais para sorrir sem arrependimento. Penso em você todos os dias e espero honrar seu nome para sempre. Descanse em paz, papai.
Há um mês perdi você, pai, mas não só. Há um mês perdi a alegria, a companhia, a segurança. Perdi um pai, mas também um amigo, o maior exemplo que sempre tive na minha vida.

É muito triste pensar que não estarei mais junto de alguém que julgava que fosse eterno. Olhamos para nossos pais como se eles fossem super-heróis aos quais nada de mal acontece. Sempre admirei sua força, sua entrega aos objetivos que tinha, sua coragem de persistir perante as adversidades. Infelizmente, você não foi capaz de vencer a luta contra o maior dos inimigos: a morte.

Sinto falta de tudo que você me dava. O encorajamento, as palavras sábias, sua contagiante boa disposição. A família perdeu um pilar e nada voltará a ser o que era. Para sempre ficarão as recordações de um pai, marido e pessoa especial que conquistou a admiração de todos os que se cruzaram no seu caminho.
Passou um mês desde que você nos deixou, meu pai, e ainda não consegui reunir as forças para lhe dizer adeus. Não sei se alguma vez o farei, não sei se irei conseguir despedir-me de alguém que tanto amo.

Sinto a sua falta a toda a hora. Sinto a falta dos seus ensinamentos, da sua alegria e da sua coragem. Sinto falta das nossas conversas e de compartilhar a minha vida com você.

Sempre que estava triste, os seus eram os primeiros braços que me abraçavam e as primeiras palavras de ânimo que ouvia saíam da sua boca.

Precisava que aqui estivesse mais um pouco, só para me fazer sorrir novamente.
Eu irei sempre sentir a falta do meu pai, do bem que ele me fazia quando me olhava nos olhos, quando me abraçava e indicava o melhor caminho. Foi há um mês que ele se foi; foi há um mês que eu entristeci. Descanse em paz, papai.

Que seu novo lar contenha toda paz que você precisa e merece. Eu jamais irei me cansar de falar seu nome, de gritar ao mundo quão bom foi ter um pai assim tão especial, íntegro e generoso. Pai, eu prometo que irei manter você vivo aqui para sempre.
Todos os dias são longos, as noites ainda mais demoradas. Têm sido assim os últimos trinta. Desde que meu pai se foi, há um mês, tudo virou tristeza, dor, angústia. Mas por você, papai, eu juro que irei me erguer. Descanse em paz.

Prometo honrar o nome da família, a sua vida, todo seu legado. Por cada lágrima que escorra no meu rosto eu farei uma homenagem ao homem que sempre amei; ao homem que sempre quis ser. Essa é minha promessa. Essa é minha missão na vida. Até um dia, pai.
Faz hoje um mês que você partiu, meu pai, e a sua falta é sentida todos os dias. Não podia ser de outra forma, nunca se esquece quem nos deu vida e quem foi tão importante para nós.

Nos bons e nos maus dias, você sempre me escutava e falava a palavra certa, a palavra capaz de melhorar o meu dia. Essa palavra tinha o poder de curar as minhas feridas e de acalmar os meus medos e ansiedades.

Hoje não há mais como escutar a sua palavra, mas ficam para sempre os ensinamentos passados.

Descanse em paz, meu querido pai!
Passou o primeiro mês: trinta dias de saudade e dor no coração. Pai, você se foi para sempre e eu ainda não consigo aceitar. Às vezes parece mentira! É como se fosse acordar e perceber que tudo não passou de um terrível pesadelo.

Quem me dera que fosse assim, mas não. Você partiu e jamais irá regressar. Sentirei saudade de tudo. Desde sua voz grave e delicada ao seu olhar generoso e cheio de luz, tudo em você me fará falta. Não sei como vou sobreviver.

Só quero que saiba que farei tudo para deixar você orgulhoso. Irei recordar seu nome todos os dias e honrar seu legado, tudo que fez de bom neste mundo. E juro que por mim, e especialmente por você, eu irei me erguer e sorrir de novo para a vida.