Mensagens de 2 Meses de Falecimento

Encontradas 49 mensagens de conforto:

Já passaram dois meses que você se foi e a saudade parece crescer a cada novo amanhecer. É como se você continuasse aqui ao meu lado, mas de um outro jeito; de uma outra forma. Sinto tanto sua falta!

Eu sei que jamais vou esquecer as coisas que passamos, as histórias que escrevemos e as risadas que demos, bem como as lágrimas que escorreram do nosso rosto. A união sempre foi o melhor que tivemos.

E eu prometo que sua morte não é o final do nosso relacionamento. É diferente, mas não é o fim. Vou honrar sua vida! Vou recordar quem você foi! Foram dois meses difíceis e cinzentos, mas eu juro que serei feliz por mim, por você, por nós. Até um dia.
As memórias permanecerão
Dois meses de uma saudade infinita
Parece que você foi embora há vinte anos, mas a realidade é que só passaram dois meses! Não é nada fácil acordar e enfrentar mais um dia sem sua presença ao meu lado. Eu sei que você está perto; sempre junto; bem dentro do meu coração. Mas é diferente.

Eu sinto que nada mais será o que já foi. E isso enche meu peito de mágoa e tristeza. Claro que os sorrisos irão surgir. Pode demorar mas a felicidade vai acabar por aparecer. E essa será minha forma de honrar você.

Descanse em paz! Em breve vou arrumar um jeito de aceitar o que agora parece inaceitável. Em breve vou entender a lógica da lei da vida, quem sabe? Agora tudo é ainda muito cinzento, mas amanhã as cores surgirão de novo. Até um dia.
Há dois meses tudo mudou
Faz hoje dois meses que você partiu deste mundo e a dor que senti nesse dia continua comigo, aqui bem afundada no meu coração. Todas as manhãs quando acordo ainda custa processar a realidade de saber que você não está mais entre nós. Ainda parece mentira, um pesadelo.

Mas é verdade, e não sei se algum dia terei forças suficientes para superar sua partida, para abandonar a tristeza e a revolta e me entregar apenas à saudade. Espero que esteja descansando em paz, e que na eternidade consiga escutar todos os pensamentos que lhe dedico por dia.
Ainda é muito difícil levantar sabendo que não irei encontrar você. Hoje faz exatamente 2 meses que nos despedimos e você partiu deste mundo.

Ainda dói muito pensar em tudo que perdemos e tudo que não iremos viver. Não consigo compreender porque isso aconteceu, mas sei que Deus tem um plano maior para você.

Sinto saudades todos os dias e ainda consigo sentir sua presença ao meu lado. Sei que um dia iremos nos reencontrar e mal posso esperar para abraçar você. Descanse em paz e até breve!
Nem acredito que já se passaram 2 meses desde que você partiu. Parece que foi ontem que recebi a notícia e senti minhas pernas perderem a força.

A saudade segue aumentando e meu coração ainda sente uma pontada de tristeza toda vez que penso em você. Parece muito injusto que nossa convivência foi interrompida. Não posso acreditar que vamos deixar de viver tantos momentos.

Eu sei que eu tenho que ser forte e seguir em frente, mas no momento, tudo que consigo fazer é sentir sua falta e implorar a Deus que traga você de volta para mim. Estou morrendo de saudade!
O tempo passa muito devagar. Desde a hora que você se foi eu sinto que as horas demoram mais tempo do que antes, que a vida é mais lenta. Não sei explicar, mas os últimos dois meses têm sido lentamente difíceis de viver.

Talvez seja por não ter sua presença! Talvez seja por não poder mais sentir seu abraço. Ainda hoje me questiono: qual a lógica ou o motivo da sua partida? Não é justo ter de lidar com o desaparecimento de alguém que amamos.

Eu sei que você está em outro mundo e só espero que aí esteja em paz, eternamente descansando. Aqui os dias têm sido um pouco difíceis de ultrapassar, mas em breve estarei caminhando de novo rumo à felicidade.

Será por mim que a vou alcançar.
Será também por você.
Até um dia.
Há 2 meses, recebei a notícia mais triste da minha vida. Você havia partido e eu senti uma tristeza que não sabia que era possível.

Senti uma dor enorme no meu peito e era como se tivesse perdido meu chão. Hoje, 2 meses depois, a saudade segue presente e ainda sinto uma tristeza irremediável no meu peito.

Só desejo que você esteja em paz, pois isso é a única coisa que pode acalmar meu coração. Que Deus esteja ao seu lado.
Dois meses me separam do dia mais triste da minha vida. Ainda nem parece verdade, sempre pensei que você fosse eterna, mãe. A cada dia que passa, a saudade vai cavando mais fundo no peito e eu vou reafirmando a certeza de que você foi a pessoa mais marcante que tive o privilégio de conhecer.

Graças a seu espírito guerreiro e à infinita bondade do seu coração tive uma infância maravilhosa e seu apoio incondicional sempre que precisei. Fui muito feliz ao lado de uma mãe amiga, confidente, conselheira e protetora, e é muito doloroso saber que tudo isso sumiu de um momento para o outro.

Dois meses é pouco tempo para curar as feridas de uma grande perda e, às vezes, sinto que serei incapaz de superar este terrível acontecimento. Quero voltar atrás no tempo para abraçar você uma última vez, mãe querida. Talvez assim nunca mais a largue para não ter de voltar à minha triste realidade.
Dois meses sem você! Quando completei um mês sem a sua companhia eu senti que algo em mim estava vazio, triste, sem esperança. Achei, no final do primeiro mês, que era uma questão de tempo; que o tempo iria me ajudar a aceitar a realidade do seu adeus.

Mas a verdade é que já passaram mais trinta dias e eu continuo morrendo de saudade e com uma tristeza igual ou maior. Talvez agora eu sinta estar mais forte. Espero que esta força me ilumine e ajude a aceitar o que ainda não consigo. É que para mim, você nunca irá morrer.
É  verdade que nunca conseguimos verdadeiramente dizer adeus a alguém que teve um papel importante nas nossas vidas quando essa pessoa parte deste mundo.

Deus sabe como tenho tentado nos últimos dois meses me despedir da minha mãe. Já tentei diversas vezes e de diversas formas pronunciar as últimas palavras, mas não consigo e não sei se alguma vez o irei conseguir, pois, o momento em que o fizer estarei admitindo que não a voltarei a ver e isso é algo que não consigo nem imaginar.

Para já, só consigo admitir que me faz muita falta e que a vida sem ela não vale a pena.
Foi há dois meses que ela se despediu. Foi há dois meses que ela partiu para jamais regressar. Minha mãe será sempre meu suporte, o pilar da minha vida, mesmo que a distância nos separe.

Confesso não saber o que fazer para suportar esta dor que sinto no coração. Sentir a falta de uma mãe é conhecer a infelicidade neste mundo. Acho que ninguém deveria experimentar uma tristeza assim.

Quero imaginar que ela está em paz, em um lugar mais pacífico e justo do que este em que nos conhecemos. Ela merece uma eternidade serena. Que descanse em paz.
Passaram dois meses, os primeiros sem a sua presença, sem o seu toque angelical na minha vida. Acho que chorei e ainda choro todos os dias; se não for nos olhos é no coração com toda certeza. A saudade é o pior dos males quando o assunto é a morte.

Deixei de me preocupar com o lugar onde você mora agora. O que me interessa é que esteja bem e a descansar em paz. Sinto falta de todas as coisas que fazíamos lado a lado. Sinto falta de tudo. Sinto falta de você. Mas vou me erguer, eu prometo!

Eu juro que irei lutar todos os dias para levantar a cabeça, limpar as lágrimas do rosto, espremer as do coração e rumar até à felicidade. Eu sei que isso me parece uma miragem, mas sei também que nada lhe daria tanto orgulho. Honrarei seu nome. Serei feliz por você. Até um dia.
Hoje digo a palavra “mãe” com um aperto muito forte no peito. Foi há precisamente dois meses que vi partir esse ser inspirador da minha vida. Ela era como uma luz que me guiava, uma conselheira que me ajudava em todas as circunstâncias e eu daria tudo que tenho para poder estar, uma vez mais, junto a ela.

A tristeza tem feito parte do meu dia a dia porque sinto muito sua falta. Guardo todas as recordações dos momentos que vivemos lado a lado com o carinho de quem nutriu por ela o maior amor do mundo.
Há 2 meses, minha mãezinha se foi e desde lá, a dor assola meu coração. Esta é a perda mais difícil da vida, porque mãe é algo insubstituível.

Não esqueço o seu sorriso, o seu abraço o seu jeito de me dar conselhos. Nada preenche o vazio que ela deixou e só me resta tentar ser forte.

Vou sempre lembrar de você, mãezinha, com amor e respeito no coração porque é o que merece. Que seu descanso seja em paz.

Amo você!
Eu quero imaginar que você está bem, em descanso. O tempo tem sido duro, ele tem passado muito devagar. Acho até que nunca senti tão lentidão nos dias e na vida. Passaram dois meses que fiquei mais só e o mundo mais escuro. Estou ainda a aceitar.

Que sua nova casa seja bonita e lhe dê a serenidade que tanto merece. Aqui a saudade tem assaltado minha mente e coração todos os dias. Não há momento em que não pense em você e no que construímos quando seu coração ainda batia ao lado do meu.

Acho que tenho de aprender a viver com a realidade. Eu sei que é tudo ainda muito recente, mas tenho certeza que este luto irá durar uma vida inteira. E se calhar nem chegará uma vida! Descanse, por favor, e olhe por mim; me dê força e ânimo para continuar. Até um dia.