Mensagens de 11 Meses de Falecimento

Encontradas 20 mensagens de conforto:

Foi há 11 meses que me despedi de você pela última vez, foi neste dia que dissemos o adeus eterno.

Dói muito não ter mais você aqui comigo. Custa não poder contar com o seu carinho. A tristeza é constante, ainda que intervalada por pequenos momentos em me recordo de algo seu que me faz sorrir.

Daria tudo para ter você novamente aqui comigo. As saudades serão eternas.
Há 11 meses sem você
São 11 meses de saudades
Foi precisamente há 11 meses que você foi para junto de Deus. Sua missão neste mundo terminara e teve de ascender aos Céus.

Todos dias peço ao Pai do Céu que me dê força para suportar a dor da sua ausência e paz para acalmar as minhas lágrimas.

Sei que está junto de Deus, na companhia dos anjos e isso me conforta.
Há 11 meses partiu para os braços de Deus
Passaram 11 meses desde que perdi uma pessoa especial
Foi há 11 meses que perdi você, mãe. Foi há 11 meses que vivi o pior dia das minha vida.

Nesse dia, abriu um vazio enorme no meu coração que não tem com preencher. O tempo passa e continua lá. Apenas vou aprendendo lentamente a ignorar o vazio e a desviar a minha atenção para tudo o que me deixou.

Falo obviamente das memórias que guardo com todo o carinho e amor. As recordações dos momentos que compartilhamos e das muitas alegrias que me deu.

Há um enorme vazio no meu coração por não ter mais você aqui, mãe, mas, logo ao lado, há um compartimento cheio de bonitas recordações e de muito amor que nos une e aproxima eternamente.
Meu coração vestiu de luto há 11 meses
Mais um dia sem você. Logo você com quem eu falava todos os dias, querida amiga, e cuja voz se silenciou para sempre há 11 meses.

Ainda penso em lhe ligar para contar as novidades. Ainda penso que a vou encontrar nos locais do costume. Ainda penso em você todos os dias.

Um dia iremos nos reencontrar. Até um dia, querida amiga.
Faz hoje 11 meses que você partiu, meu pai, e que o meu mundo mudou para sempre.

Tenho procurado me manter firme e forte, mas a realidade é que me apetece por e simplesmente desabar.

Não sei qual dos sentimentos é maior, se a dor, se a tristeza ou se a saudade. Mas o certo é que custa muito não ter você aqui e todos os dias sinto a sua falta. E continuarei a sentir até ao final dos meus dias.
Passaram 11 meses desde o seu falecimento e não houve um dia em que não pensasse em você.

Aproveito este dia de triste memória para recordar os momentos que compartilhamos e que guardo com carinho no meu coração.

Tenho muitas lembranças boas de você. E isso é algo que me dá algum conforto sempre que penso que não tenho mais você aqui.

As saudades são infinitas.
 
Foi há 11 meses que você partiu, deixando um enorme vazio no meu peito que jamais será preenchido.

Você marcou a minha vida de muitas formas. Foi alguém muito importante que nunca conseguirei esquecer e cuja influência me faz muita falta.

Espero que se encontre em paz.
Perdi você há 11 meses e desde essa data que meu coração se veste de luto.

Não há dor igual à de perder quem se ama. Parece que nos roubam uma parte de nós, que nos sentiremos para sempre incompletos.

O tempo atenua a dor, mas nunca a faz desaparecer por completo. Já a saudade, essa aumenta com o passar dos dias e dos meses.

Meu único consolo é saber que um dia nos iremos reencontrar.

Até que esse dia chegue.
 
Querido amigo, desde que você faleceu que a saudade se instalou no meu peito e que a tristeza é a minha companhia.

Procuro pensar nos momentos alegres que compartilhamos como forma de matar saudades de você. Mas a realidade é que, mesmo nas pequenas coisas das vida, você me faz muita falta, e não creio que isso alguma vez mude.

As saudades serão eternas, querido amigo.
 
Quando partiu há 11 meses,
levou parte de mim com você.
Esse pedaço que me falta
jamais será recuperado,
passe o tempo que passar.

Restam só as recordações
do tempo em que podia
escutar sua voz e ver
seu sorriso. Não substitui
o que perdi, mas ajuda
a suportar a dor.

Onde quer que esteja,
espero que esteja em paz.
Uma coisa é certa,
estará para sempre
no meu coração.
 
Os 11 meses que passaram após o seu falecimento foram os mais longos e mais duros da minha vida.

Por cada segundo sem você, uma nova ferida se abriu no meu coração. Cada instante me fazia relembrar que você não estava aqui comigo.

Por mais que eu tentasse fugir a esta nova realidade, não conseguia. Você estava em todo o lado e ao mesmo tempo não estava.

Não foram meses fáceis. Aliás, não creio que alguma vez deixe de sentir a sua falta. Todos os dias oro por você e só peço que se encontre em paz.
Passaram 11 meses, quase um ano desde que você nos deixou e ao longo deste tempo conheci a dor mais forte e intensa que alguma vez sentira.

O seu falecimento apanhou todos de surpresa. Para mim, foi um choque tremendo do qual ainda não consegui recuperar.

Há um vazio enorme na minha vida desde que você se foi. Um vazio desconfortável que me causa imensa dor.

Foram 11 meses de luto, 11 meses a sofrer por não ter mais você aqui. Mas o sofrimento não terminou. Meu luto será eterno.
Já passaram 11 meses desde que você partiu, meu pai. Exatamente 11 meses. Não me consigo acostumar à sua ausência. Você foi e continua a ser alguém muito importante para mim.

Gostava de poder voltar atrás e apagar estes últimos 11 meses. Gostava de poder voltar a sentir o seu abraço e a escutar a sua voz. Gostava de ter aproveitado melhor o tempo que tinha para passar ao seu lado.

Infelizmente, nem tudo pode ser como desejamos. Por muito que queira, você não volta mais. O que me conforta é pensar que está com Deus e que um dia nos voltaremos a encontrar.

Descanse em paz, meu pai.
Custa aceitar que já não tenho mais você aqui. Passados 11 meses, a sua ausência ainda causa dor.

Ainda custa entender os planos divinos. Deus decidiu que sua hora chegara, mas não pensou na dor que sua partida iria causar.

O que me conforta é pensar que se encontra finalmente em paz, que ao seu redor tudo é tranquilo e calmo e que pode escutar os mais belos cânticos da boca dos anjos.
Desde que você partiu há 11 meses que a saudade não para de aumentar, mãe.

Não há dia em que não pense em você. Em que não sinta a falta de ouvir você chamar por mim ou de sentir o seu carinho. São estes gestos banais que sinto mais falta.

Estou constantemente a relembrar os momentos que compartilhamos. Às vezes, recordo coisas que julguei estarem esquecidas. Parece que vivo em uma constante caça ao tesouro, escavando os recantos da minha mente à procura de recordações suas.

Aliás, esse tem sido o meu único consolo ao longo destes últimos 11 meses, as memórias que guardo de você e que jamais as irei perder.

Para sempre nos meus pensamentos e no meu coração, mãe. Saudade eterna.