Mensagens de 1 Mês de Falecimento da Minha Mãe

Encontradas 22 mensagens de conforto:

Há 1 mês, perdi a pessoa mais especial da minha vida. Minha mãe partiu e me deixou com um vazio no peito e muita saudade no coração.

Antes de partir, ela me disse que eu tinha que ser forte e é o que tenho tentado fazer. Vou ser forte por ela e vou seguir em frente porque é o que ela queria.

Mãe, nunca irei lhe esquecer e sempre haverá um lugar especial para você na minha memória e no meu coração.
Já passou um mês desde que nos deixou, minha mãe, e todos os dias acordo, sentindo a mesma dor que senti quando partiu.

As horas do dia passam e eu me lembro várias vezes de você. Queria poder falar com você e lhe contar o meu dia, mas não tenho outra escolha, se não ficar em silêncio recordando como era doce.

Um dia a voltarei a encontrar e nessa altura lhe irei contar tudo o que por enquanto guardo no meu coração.
Hoje faz 1 mês que você me deixou, mãe e eu ainda não sei que caminho seguir.

Sempre que precisei, você estava aqui e agora me sinto só. Sigo orando, pedindo para que Deus a proteja.

Sei que tenho que ser forte, mas me sinto completamente sem rumo sem você. Por favor, mãe, me mande um sinal para que eu possa seguir em frente.

Esteja em paz, mamãe, e saiba que eu nunca irei me esquecer de tudo que vivemos!
Um mês de solidão, mãe. Foi apenas você que partiu dentre as pessoas que amo, mas sem sua presença na minha vida fico sem luz, sem alento, sem alegria, sem vontade de sair à rua. Tento encarar sua perda de um ponto de vista não tão negativo, mas é difícil porque sua ausência tem transformado meu coração em uma pedra.

Prometo tentar erguer a cabeça, mãe. Aprendi com você que uma adversidade até nos pode derrubar, mas que é possível termos sempre a força necessária para dar a volta por cima. Guardei comigo seu exemplo de resiliência e perseverança, e, mais do que nunca, preciso de o incorporar em mim para largar um pouco desta tristeza que se apoderou de mim.

Mãe, meu amor por você é infinito. Mesmo que não esteja presente, não possa sentir seu abraço, não consiga desfrutar do seu carinho, você permanecerá em mim em todos os momentos, em cada detalhe, no simples respirar, em cada pulsar do meu coração.
Os primeiros trinta dias sem você já passaram, mamãe. Este foi, sem qualquer dúvida, o mês mais difícil e angustiante de toda minha vida. Descanse em paz no seu novo e sereno lar.

Tudo se tornou tão complicado na hora que seu corpo cedeu à vontade da morte. Talvez por isso eu ainda nem consiga aceitar sua última e eterna despedida. Eu sei que ainda é pouco tempo, mas temo nunca ser capaz de lidar com o seu desaparecimento.

Para mim, você será sempre a mãe mais carinhosa e meiga deste mundo; a mais bela e generosa. Eu jamais irei esquecer a sensação da sua mão no meu rosto, a sua voz, o seu caminhar calmo e delicado. Até um dia, mãe.
Este foi, sem dúvidas, o mês mais difícil da minha vida. Foi o primeiro mês sem minha mãe e eu tive que ser mais forte do que nunca.

Sinto tanto sua falta, mãe. Normalmente, quando me sentia triste, ia correndo lhe pedir um abraço, mas agora não posso. Não posso ouvir sua voz, mas ainda guardo os seus conselhos.

Tenho vivido como você me ensinou, tentando ser forte e ser uma boa pessoa.

Guardo nossas lembranças e quando tudo fica muito difícil, fecho os olhos e vejo seu rosto. Isso me acalma porque você sempre me acalmou.

Mãe, espero que esteja em paz e que saiba que eu farei você sentir orgulho de mim.

Amo você, mãe, hoje1 e sempre!
Mãe, este primeiro mês sem você foi muito difícil, mas estou tentando ser forte. Quando você partiu, pareceu que meu mundo acabou, mas você sempre me ensinou a ser responsável e a seguir em frente.

Sinto sua falta todos os dias e, às vezes, tudo que eu queria era poder ouvir a sua voz. Eu aprendi muito com você e levarei sempre seus ensinamentos comigo.

Você foi a melhor mãe que Deus poderia me dar e agradeço por tudo que vivemos. Descanse em paz e se puder me ouvir, saiba que amo muito você!
Hoje faz um mês que você partiu, mamãe, e parece que a saudade só insiste em aumentar. Sinto tanto a sua falta que mal consigo aguentar.

Meu coração está de luto para sempre, porque nada mais será como antes. Dói muito não poder mais ouvir sua voz ou lhe pedir aquele abraço que só você sabia dar.

Eu serei forte por você e seguirei sempre de cabeça erguida, como me ensinou, mas levarei esta saudade comigo. Guardo nossas lembranças e não importa quanto tempo passe, você estará no meu coração!

Amo você, mãe! Descanse em paz.
Descase em paz. Já passou um mês, mas tenho a sensação que foi ontem que a vi partir, mãe. Parece que está em mim uma ferida aberta, bem no centro meu peito. É uma ferida que arde e me faz chorar noite e dia. Eu sinto muito sua falta. A saudade será eterna, tenho certeza.

Talvez as lembranças me ajudem a tolerar, a suportar a infelicidade de não a ter sempre que quiser. Uma mulher e mãe como você jamais deveria ir embora deste mundo. E é exatamente isso que vou fazer todos os dias: recordar a maravilhosa mãe que você sempre foi.
Minha mãe, hoje preciso de um pouco da força que você teve durante sua vida. Passa um mês desde que sua presença desapareceu dos meus dias. Tem sido muito difícil sentir a saudade me sufocando, perceber que é apenas sua ausência que vagueia em mim todas as horas.

Peço a Deus que cuide do meu coração fragilizado e que tenha você na sua memória até que um dia nos voltemos a abraçar!
Que mês terrível, mamãe! Foram trinta dias inteiros de lágrimas e uma angústia sem igual. Horas e mais horas de uma tristeza profunda. Foi há um mês que você se foi – já passou um mês, mãe. Descanse em paz!

Parece que agora não há mais sol na minha vida. Tudo ficou cinzento, sem graça, sem esperança. Gostaria de no próximo mês ter outro discurso, outras palavras para você. Quem me dera conseguir sorrir no próximo mês.

Não vai ser fácil, mas eu juro que adoraria ter força para encarar a realidade olhos nos olhos. Daria tudo para enxergar uma luz que indicasse meu caminho. Quando uma mãe vai embora, ela leva parte dos seus filhos. De mim levou com toda certeza.

Até um dia, mãe.
Eu vou tentar ser feliz por você.
Passou um mês desde que você partiu, mãe, e está a ser difícil seguir com a vida para a frente. É difícil respirar, é difícil não chorar e é ainda mais difícil pensar em algo que não seja você.

As memórias que tenho de você continuam vivas e são o que me dá alento para enfrentar a luz crua de cada amanhecer.

Para sempre no meu coração! Amo muito você, mãe!
Nada no mundo nos prepara para o momento que nossa mãe parte. A minha partiu há 1 mês e ainda não achei forças para seguir em frente.

Dar adeus à minha mãe foi muito difícil. Eu preciso ser forte agora, mas queria poder abraçá-la pelo menos mais uma vez.

Querida mãe, eu sei que você pode me ouvir sempre que eu oro. Saiba que eu nunca esquecerei de você e que estará para sempre viva no meu coração!
Já senti muitas perdas, já sofri várias derrotas, já vi sonhos serem destruídos e planos que tracei se tornarem impossíveis de concretizar, mas nada se compara com a dor de não ter você, mãe. Passou um mês desde o choque que foi receber a notícia de seu falecimento, e ainda tudo me parece uma grande e maldosa mentira.

Não consigo encontrar palavras para descrever o que é não ter você perto de mim. Sei que em pensamento você ainda permanece, nas memórias, nas coisas simples do meu dia a dia. Mas não há nada que substitua seu abraço, seu beijo carinhoso, sua voz doce e serena, e fica muito difícil lidar com essa terrível ausência.

Dizem que à medida que o tempo passa tudo se torna mais fácil, mas do tempo, na verdade, só queria que ele voltasse para trás. Porque, afinal, cada momento que passamos juntos soube a pouco, foi curto demais. Porque eu queria poder dizer olhando nos seus olhos, mãe, uma vez mais, repetir vezes sem conta que meu amor você será para toda eternidade.
Eu nunca senti uma dor tão grande em toda minha vida como tenho sentido desde há mês quando minha mãe se foi. A angústia é maior do que a minha força, a tristeza gigante, poderosa demais. Eu sinto tanta falta da minha querida mãe!

Gostaria de ter mais coragem, de sentir menos saudade, de ser mais forte, não sei. Quem me dera acordar amanhã e conseguir aceitar a realidade da vida, a verdade de que as pessoas que amamos também partem como as outras .

Eu tenho esperança de melhorar minha visão do mundo, de conseguir lidar de outra forma com o desaparecimento da mulher mais incrível que algum dia conheci. Talvez eu consiga no próximo mês, no próximo ano. Talvez. Até esse dia, mãe, por favor, descanse em paz.