Mensagens para Genro Falecido

Encontradas 33 mensagens de conforto:

Sinto uma dor profunda pelo falecimento do meu genro. Sei que ele está no céu agora, pois acima de tudo, era um menino muito bom.

Que você possa descansar agora, querido genro, e saiba que sua falta está sendo muito sentida. Você deixou saudades nos corações de muitas pessoas e sei que nunca será esquecido.

Que Deus lhe proteja a partir de agora para que você possa encontrar a paz eterna.
Genro agradece carinho ao sogro falecido
Estou de luto eterno. É horrível ver uma pessoa que eu queria tão bem ir embora assim. Dói muito ver o sofrimento de todos que conheciam e amavam o meu querido genro.

Desejo força e fé para sua família e espero que ele descanse em paz. Que Deus guie nosso caminho para superarmos este momento de dificuldade.

Sei que, às vezes, a vida parece injusta e só nos resta estarmos unidos em oração para passarmos por algo tão doloroso.

Você nunca será esquecido, meu querido genro, e seguirá vivo nos corações das pessoas que o amavam.
Por mais que saiba a realidade é sempre difícil aceitar. Meu genro tão querido, você se foi e eu sei que nada será como um dia foi. Agora o rosto de cada um de nós andará caído, triste, sem alegria. Você é muito importante para cada um de nós.

E eu quero acreditar que você está bem e em um lugar mais justo e merecedor da sua estadia. Descanse em paz e sempre que puder olhar por mim, por favor, não se iniba. É que aqui como no céu eu sei que poderei contar sempre com você. Até um dia.
Descanse, meu genro, e que o Senhor o guarde na eternidade da paz. Você continuará a iluminar tudo e todos que o conheceram e tiveram o privilégio de privar com seu bom coração. Com saudade, até um dia.
O meu genro tão querido e amado foi embora. Jamais irá regressar. E eu aqui em saudades viverei até um dia o poder abraçar! Descanse em paz, meu querido. Você sabe que sempre foi como um filho para mim.

Sinto que ainda tenho mais lágrimas para chorar, mas dor para sentir, mas tristeza para suportar. Acho que vai durar uma vida inteira a procurar compreender a razão da morte ter levado você de nós.

Mais do que um genro igual a qualquer outro, você acabou se tornando um amigo, um familiar de peso. Mas a verdade é que os desígnios da vida nem sempre são fáceis de perceber. E o seu adeus é um desses casos. Até um dia, querido. Descanse.
Oh, meu genro querido, eu estou tão triste por você ter partido. Eu sei que jamais irá regressar, mas confesso que tenho uma esperança que tudo isto não passe de um terrível pesadelo. Mais do que um genro você é como um filho para mim.

Torço para que seu descanso seja leve e profundo. Que sua viagem seja serena e seu novo mundo um lugar belo e com harmonia. Chorarei de saudades todos os dias, mas não permitirei que a tristeza me transforme. Lutarei para ser feliz por você. Até um dia.
Você não está mais aqui e eu sinto que ao meu redor não há mais lugar para felicidade. Eu ainda nem quero acreditar que seu coração não bate mais aqui no mesmo mundo que o meu. Descanse em paz, meu genro!

Na verdade, eu sempre enxerguei você como um amigo para toda vida; como um filho de coração, como alguém por quem sinto muita emoção. E é por isso que hoje eu sofro tanto. É por isso, meu querido, que choro sua despedida.

Mas quem sabe um dia talvez eu não encontre você novamente para celebrarmos nossa ligação que não é de sangue mas é de coração. Que sua viagem e estadia aí no seu novo lar seja leve e serena do jeito que você merece. Até um dia.
Hoje chorei como há tempos não chorava e sei que carregarei esta tristeza para sempre. Meu genro não está mais neste mundo. Ele partiu e eu nunca mais poderei abraçá-lo.

Estamos todos sem chão, sem saber como seguir em frente. Que Deus proteja sua alma e acalme o coração de todas as pessoas que o conheciam.

Ele era muito especial, sempre cheio de amor para dar, sempre disposto a ajudar o próximo. Não consigo entender porque ele teve que partir.

Que você descanse em paz, querido genro, e saiba que deixou muita saudade.
É o momento da nossa despedida e um dos mais difíceis da minha vida, meu genro. Você não era sangue do meu sangue, mas eu o encarei desde o primeiro dia como meu filho. Tive o privilégio de estar ao seu lado na alegria e na tristeza, de ensinar e aprender e, acima de tudo, de podermos criar uma relação forte de amizade. Talvez seja por isso que está doendo tanto saber que a morte levou você para sempre.

Agora tudo será diferente porque sentimos sempre falta das pessoas especiais que passaram nas nossas vidas. Guardarei eternamente as melhores memórias e uma admiração sem fim. Descanse em paz, genro querido.
Quando eu soube da sua morte e que jamais iria ver você vivo novamente eu senti uma dor igual à que sentiria se se tratasse de um filho. Talvez por você ser mais do que um genro para mim; talvez por ser como um filho. Eu sinto muito sua falta!

Na verdade, vou todos os dias sentir saudades do seu jeito alegre e da sua forma doce de enxergar o mundo e as pessoas. E sabe, mesmo com todas as nossas diferenças eu sempre gostei de você. Aliás, foi desde o primeiro dia que eu percebi que nossa ligação seria eterna.

E eu prometo, esteja você onde estiver, que eu vou provar que nem a morte fará desvanecer este lindo sentimento que nos une. Descanse em paz na sua nova casa e prepare-se porque um dia, não sei quando, eu espero compartilhar com você a eternidade nesse novo mundo para onde você partiu. Até esse dia, genro.
Meu genro, por que você se foi? Eu não vou mais ver seu sorriso nem escutar sua voz. Você sabe que para mim sempre foi como um filho. Não vai ser fácil suportar a saudade nem esta vida sem a sua existência.

Claro que com o tempo vou acabar por aceitar a dura realidade da vida, mas não vai ser a mesma coisa. Vai doer muito; vou sentir sua falta sempre. Na verdade, se pudesse trazer você de volta, pode apostar que traria. Mas não posso. Genro, descanse em paz e até um dia.
A notícia do falecimento do meu genro é motivo para enorme consternação.

Por muito que tente pensar que se encontra agora num lugar melhor, tenho que pensar em todos os que aqui ficaram e que choram a sua partida.

Foi um homem incrível, um marido dedicado e um pai extremoso. Para mim, mais do que um genro, foi um filho e hoje choro a sua partida como se fosse do meu próprio sangue.
Genro querido, pessoas
como você não deveriam
ir embora deste mundo
nem por um só segundo.
Descanse em paz e até
ao dia do nosso reencontro.
A tristeza que se apoderou de mim desde a hora da sua morte não tem tamanho. Eu ainda não acredito que você tenha partido para outro mundo. Você sempre foi um menino incrível e não merecia desaparecer desse jeito. Mas na vida tudo é aleatório. Infelizmente. Até um dia, meu genro!

Não vou aceitar com facilidade que seu coração não bata mais aqui. Nosso lar será totalmente diferente. Acho, honestamente, que a família jamais irá superar a sua perda, o seu adeus tão definitivo. Genro querido, descanse em paz e até ao dia do nosso reencontro.
É um momento triste. A morte tem sempre um lado cruel e muito injusto, mas é diferente quando ela nos leva aqueles que eram parte das nossas vidas, quando ela rouba dos nossos dias alguém que amávamos muito. Perder você, meu genro, deixará um grande vazio na nossa família. Gratidão é a palavra que me ocorre, esse sentimento de grande dívida por tudo que nos deu.

Você foi um homem de família que soube amar minha filha e fazê-la feliz. Foi alguém que sempre se guiou por bons princípios, que nunca negava ajuda ao seu próximo. Qualidades como as que demonstrou em vida são raras hoje em dia. Foi uma verdadeira bênção ter uma relação achegada com alguém tão bondoso e genuíno.

Será difícil nos conformarmos com sua falta, será estranho não ver mais seu sorriso, não ouvir mais sua voz cordial. Recordarei cada segundo, cada instante de tudo que tivemos o privilégio de compartilhar. Descanse em paz, meu genro!