Mensagens de 1 Ano de Falecimento de Filho

Encontradas 23 mensagens de conforto:

O meu filho será sempre a minha vida, mesmo que não esteja mais ao meu lado. Este foi um ano duro, muito difícil: meu filho amado se foi e me deixou em lágrimas e sem alegria.

Agora só me resta recordar como era bom quando ele me abraçava, parecia até que o tempo parava. Era tão gostoso, aquele momento em que pegava na minha mão e me olhava nos olhos enquanto falava “eu te amo tanto!”.

São simplesmente momentos assim que me mantém neste mundo. O meu filho continua vivo em mim, continuará sempre. Que ele esteja a descansar em um lugar de paz, é o que desejo.
1 ano de luto, de tristeza
e de lágrimas pelo meu filho
que partiu.

Dói muito esta tristeza que
se instalou no meu peito e
que eu sei que nunca irá
se extinguir.

Nada conforta o coração
de alguém que perdeu o filho,
pois não há consolo para a
maior tristeza de uma vida.

Apenas tento ser forte
e deixo que a minha fé me guie.
Esteja em paz, meu filho amado.
Nunca irei esquecer do jeito dele,
do seu rosto, da sua voz.

Minha vida nunca mais será
a mesma, pois tudo que posso
fazer é lembrar.

Então é o que faço.

Agarro-me nas lembranças boas
e tento seguir em frente.

1 ano sem você, meu filho,
e meu amor nunca irá acabar!
Eu não posso mentir e falar que estou bem. Como é possível uma mãe ou um pai estarem de bem com a vida se estão longe do seu filho? Faz hoje um ano que a morte levou o meu de mim. Que descanse em paz.

Meu eterno amor, que a paz esteja eternamente presente no teu novo lar e que aí encontres toda serenidade que procuraste na Terra. Eu oro por ti todos os dias e peço ao Senhor que te guarde.

Jamais irei deixar de te ter no meu coração.
Até um dia, meu filho.
Sei que meu luto nunca irá acabar porque perder um filho é uma dor que nunca se extingui. Meu filho partiu há 1 ano e a saudade assola meu peito desde então.

Nada é pior do que ver um filho partir e é por isso que nunca me recuperei totalmente. Oro a Deus para que ele esteja em paz e para que me dê forças para seguir em frente.

Meu filho nunca será esquecido, porque ele era um menino de ouro e sempre será meu maior tesouro. Não importa quanto tempo passe. 1 ano, 2, 3… meu amor por ele segue vivo!
Esta dor seguirá sempre comigo. Hoje faz 1 ano desde que meu filho partiu, mas sei bem, que o tempo não importa, pois nada irá acabar com esta dor no meu peito.

Meu filho era a razão da minha alegria e quando ele partiu, perdi os motivos para sorrir. Encontro forças na fé que é tudo que posso fazer.

Guardo nossas lembranças e o meu amor que nunca se extinguirá. Meu filho, não importa quanto tempo passe, nunca esquecerei de você!
Um ano, filho querido. Hoje completa um ano que nos despedimos de uma forma inadequada. É injusto que nosso adeus tenha sido dito sem palavras, verbalizado apenas com lágrimas e acontecido com a sombra da morte como contexto.

Os dias têm sido longos desde que você partiu. Sem a luz da sua presença, fica difícil sentir verdadeira alegria porque todos os momentos parecem inacabados, todos os acontecimentos parecem incompletos e essa sensação de vazio se estende por longas horas, desde o raiar do sol até entrar pela noite dentro.

Às vezes, nem sei como agir para aliviar esta dor. Por um lado, fico lembrando tudo que vivemos, remexendo nossas lembranças de forma incansável, pois isso me dá a percepção que nem tudo se perdeu. Mas por outro, fazer isso me esgota emocionalmente, pois no fundo sei que esse hábito apenas serve para adiar o inevitável.

Nenhum pai está preparado para perder seu filho. É uma tragédia que nos atiram para as mãos e que sentimos como se ela fosse uma chama nos queimando. Apesar disso, continuarei tentando erguer a cabeça e lutar contra estes fantasmas, pois sei que era isso que você mais queria.
 
Mesmo com poucas forças, prometo que não vou desistir, meu filho. Talvez o amor que construímos se revele minha fortaleza e me ampare, me console, me segure sempre que a aflição parecer grande demais para ser suportada.
Não há consolo quando o assunto é a perda de um filho. O meu partiu há 1 ano e em todo este tempo, nunca achei nada que fizesse minha dor diminuir.

Meu luto é eterno porque a saudade é eterna e porque nada é capaz de substituir a presença do meu filho na minha vida. Sigo em frente porque tenho que seguir, mas não consigo suprir a falta que ele me faz.

Oro todos os dias para que ele esteja em paz e para que Deus me ajude. Meu amor pelo meu filho nunca irá se extinguir.
Passado um ano do seu falecimento, meu filho, ainda me lembro bem de como me senti quando recebi a notícia.

Primeiro, não quis acreditar. Não podia acreditar que alguém tão jovem e tão saudável pudesse partir assim.

Depois, à medida que fui caindo em mim e percebendo que estava mesmo acontecendo isso comigo, senti as pernas perderem as forças, havia uma força que me puxava para o chão e todo o meu corpo caiu.

Após essa queda, julguei que nunca mais iria me levantar, não tinha mais razões para isso. Com o passar do tempo, reaprendi a andar, mas sempre que me lembro de você, meu filho, sinto que vou perder as forças novamente.
Perder você é o pior que me pode acontecer. No dia que você partiu, meu filho, foi isso que senti – um desaparecimento eterno! Já passou um ano, meu querido filho! E eu acabei entendendo que você está sempre comigo, que é imortal, que vive junto do meu coração.

Quando o corpo vai embora, nada mais desaparece! Assumo que sinto saudade do seu toque e de ouvir sua voz, mas aprendi a dar vida às memórias lindas que tenho de nós dois. Até um dia, meu filho!
A primeira vez que segurei você nos meus braços, querido filho, você era tão pequenino e tão perfeitinho que nesse momento me apaixonei. Mas agora, um ano após a sua partida, todo o amor que sentia se transformou na mais profunda das mágoas.

Como eu queria poder voltar a esse momento em que o colocaram nos meus braços pela primeira vez e voltar a viver tudo de novo.

Nunca o esquecerei, nem voltarei a sorrir.
Meu filho, um ano me separa de um trágico acontecimento que mudou minha vida para sempre. Sim, há um ano eu estava em lágrimas, revoltado contra a injustiça que se havia abatido sobre nossa família. Tínhamos perdido você, nosso eterno menino, nosso maior tesouro, em um adeus inesperado e terrivelmente doloroso.

É angustiante pensar que com a morte desapareceram seus sonhos e toda uma vida que tinha pela frente. Eu queria estar presente em todas as suas vitórias, como sempre fiz desde seu nascimento, e poder deixar minha marca nos momentos importantes. A missão de um pai é sempre proteger e apoiar seus filhos, e eu sinto que a minha nunca ficará acabada por força deste infortúnio inexplicável.

Sinto um grande orgulho pelo filho que você foi e por me proporcionar ocasiões tão felizes como as que vivi ao seu lado. Embora não esteja presente fisicamente, em pensamento estará sempre no lugar mais especial do meu coração. O meu por você é eterno, filho querido.
Você partiu há um ano, meu filho, e só me restam as suas fotos para me ajudar a preservar a sua memória.

Todos os dias olho para a sua foto, falo com você e dou um beijo no seu lindo rosto. É uma forma de o sentir perto de mim e de acalmar a minha angústia.

Todo o mundo procura me apaziguar, dizendo que o tempo irá ajudar a sarar a ferida que a sua partida deixou no meu coração. Sei que a intenção é boa, mas por mais tempo que passe, irei sempre sentir a sua falta e a sua ausência me causará dor por não mais poder voltar a beijar o seu lindo rosto, meu filho.
Não há nada que possa dizer que consiga descrever a tristeza e o vazio que sinto no meu peito.

Há um ano, os anjos desceram à terra para o levar para o céu muito antes do que eu poderia prever ou antever, meu filho.

Esse momento me trouxe tanta dor e tantas dúvidas. Ainda hoje não entendo o motivo de ter partido tão cedo.

Mas uma coisa é certa, continuará sempre vivo no meu coração.
Eu não consigo deixar de pensar em você, em tudo que vivemos; em tudo que ficou por viver. Foi exatamente há um ano que a morte roubou seu corpo de mim para sempre. Sim, seu corpo e só o seu corpo.

Sinto que nossa ligação continua forte como desde o dia que peguei você no meu colo, como nos momentos em que sua mão agarrava um dedo meu enquanto caminhava, bem devagarinho. O que temos, meu filho, é eterno.

Enquanto eu me lembrar, enquanto eu existir, você existirá. Gostaria de o ter aqui fisicamente para mais um abraço; nem que fosse para uma última conversa, mas não é possível, a vida não permite.

Oro por você todos os dias.
Descanse em paz.
Eu sei que jamais irei encontrar razões para sorrir de felicidade, para me alegrar com isto e com aquilo. O meu querido e amado filho se foi há exatamente um ano.

Eu só gostaria de estar junto, de sentir sua pele na minha, a sua voz no meu ouvido, o seu cheiro invadindo meus sentidos. Ele é a razão da minha vida, sempre foi, e agora sem ele não sei o que fazer.

Espero que a vida me ajude a aceitar com serenidade a sua morte. Não vai ser fácil, mas eu acredito que irei conseguir. Só espero que ele esteja em um lugar de paz, bem do jeito que ele sempre mereceu.