Mensagens de Morte

Encontradas 368 mensagens de conforto:

Escrevo esta carta de despedida pela morte de um ente querido que nos deixou de forma tão repentina.

Apesar do grande sentimento de injustiça que invade o meu coração, sei que tenho de dizer adeus a alguém que esteve presente em muitos momentos importantes da minha vida e que fará eternamente parte dela.

Onde quer que esteja, saiba que sinto a sua falta. Descanse em paz.
A morte não é o fim de tudo
Você ficará para sempre no meu coração
Não tenho medo da morte, mas sim pavor de perder tempo na vida com algo que não controlo.
Viverás no meu coração, marido
Recordarei nosso amor e felicidade
Custa muito ter que abrir mão de alguém especial e deixar que ele parta definitivamente da nossa vida, mas infelizmente a morte é uma ameaça constante e quando resolve impôr sua vontade não há nada que possamos fazer.

Hoje digo adeus a um ser humano maravilhoso que me marcou pela generosidade do seu coração. Nunca esquecerei os momentos que vivemos e tudo que aprendi com você. Descanse em paz!
Um amor que nem a morte pode apagar
Meu coração chora pela minha prima
A morte nunca é o fim, mas sim o começo de algo maior do que a vida. É assim que imagino a despedida deste mundo. Não consigo imaginar as coisas de outra forma e se tentar vou sentir desconfiança.

A ideia de ir embora já é tão triste e cinzenta que não devemos procurar soluções ou explicações mais difíceis para o adeus a quem amamos. É complicado, dói muito, mas temos de arrumar um jeito de encarar de frente a dura realidade da existência.

É por isso que a lição mais importante que a morte nos oferece é o amor. É a urgência de amar enquanto podemos; celebrar a vida enquanto respiramos. Vamos aproveitar todos os instantes neste mundo, porque logo logo um outro aparece para começar de novo uma outra aventura.
Quero acreditar que a morte é a imortalização da paz e que quando a conhecemos desperta em nós uma sensação de leveza sem precedentes.
Meu amor na vida e na morte
Passados 7 dias da sua morte, vovó
Ninguém pode controlar a morte e é por isso que devemos dar cada vez mais foco à vida!
Já que não podemos vencer a morte, devemos fazer dela uma lição para nossas vidas. Porque a morte nos deve lembrar que não vale a pena perdermos tempo com invejas e intrigas, com maldades e mentiras, nem vale a pena perdermos nossa paz e bem-estar com pessoas que não o merecem.

A morte é cruel e surge repentinamente, quando menos esperamos, e não existe nada pior que a consciência que podíamos ter feito tudo de um jeito diferente. Não devemos adiar o que deve ser feito agora, nem devemos abdicar de fazermos as escolhas que são da nossa responsabilidade. Vamos viver a vida de uma forma que valha realmente a pena, que nos traga felicidade e faça igualmente bem às pessoas que amamos.
A morte não dá alerta nem aviso e só lhe pede que viva cada instante como se fosse o último.
Nada no mundo nos prepara para o momento que temos que lidar com a morte de alguém que amamos.
Temos de ser fortes porque quando a morte leva aqueles que amamos parece que perdemos o chão, o rumo e a vontade de viver.
A morte é a fatalidade maior da vida e deve ser encarada como a última grande experiência da nossa existência neste mundo!
Eu não me preocupo com a morte, porque na hora que eu me for, certamente não irei me recordar da vida que termina nem da morte que começa. A preocupação maior é o agora, e o agora é a vida.

Acredito que a morte é um momento, um pequeno instante de transição para outro novo lugar! É uma experiência ímpar, talvez a última, talvez a maior de todas.

É exatamente por ser uma experiência tão grande e importante que a devemos respeitar e viver com a maior serenidade possível. Encarar a morte com normalidade é difícil, mas é o caminho certo.
 
Nunca estamos preparados para nos despedir para sempre de alguém, mesmo sabendo que faz parte da vida, quando a hora chega, nunca conseguimos pronunciar as últimas palavras, o último adeus.

Quando alguém é especial para nós, fica um vazio no coração e não conseguimos reunir as forças necessárias para lhe dizer o quanto essa pessoa nos era querida e que a falta que nos faz é enorme.

Você partiu. Não importa o quanto era especial para mim, você não está mais aqui e enquanto choro a sua morte, reúno as poucas forças que tenho para também celebrar a vida de alguém que por quem sempre nutri um carinho especial.

Paz à sua alma!
Quem sempre foi importante e parte de repente da nossa vida, deixa uma grande saudade e um vazio no coração. Pior ainda, se essa pessoa vai embora com uma despedida amarga, em um silêncio absoluto causado pela sua morte.

É esse sentimento triste que tem manchado meus dias, por mais que tente seguir em frente. A toda hora surge uma vontade incontrolável de voltar a abraçar esse alguém que ainda amo e recuperar todo tempo perdido. A saudade é mesmo a maior prova de que ninguém parte definitivamente enquanto estiver preso ao nosso coração.
Você partiu deixando uma saudade imensa no meu coração que jamais irá passar. Não sei como me posso despedir de você. Não sei como é que alguém se despede de quem nos deu tanto carinho e a quem tanto amamos.

Escrevo este texto de despedida pela sua morte, apesar da dor que sinto no peito por sequer pensar em tais palavras, pois ao fazer isso, estou a assumir que não voltarei a ver você de novo neste mundo.

No fundo do meu coração, sei que um dia nos iremos de reencontrar, por isso, não é um adeus, mas sim um até um dia.