Mensagens mais recentes de Conforto

Faz um ano que o meu primo nos deixou para sempre e o seu lugar ficou ocupado pela dor e por um enorme sentimento de tristeza.

Por mais lágrimas que corram, não lavam a dor que mancha o meu coração desde essa data.
Passaram cinco meses desde que você partiu, mas podiam ser cinco anos que a saudade de poder contar com a sua presença no meu dia a dia seria a mesma.

Talvez melhore um pouco a cada dia que passa, talvez o vazio que você deixou vá sendo preenchido a pouco e pouco, mas o que é certo é que sinto muito a sua falta.
Há um ano que o falecimento do meu primo deixou um enorme vazio no meu coração e sinto que a vida nunca mais voltou a ser a mesma.

Foi o meu grande companheiro de aventuras e o meu melhor amigo. Estava sempre presente nos bons e nos maus momentos e ficam para trás as memórias dos momentos mais felizes.

A saudade é eterna!
Sabemos que ninguém vive para sempre e que um dia chega a nossa hora, mas mesmo conhecendo essa inevitabilidade da vida, nunca pensamos seriamente que esse dia irá chegar, nem nos preparamos para esse momento, particularmente quando se trata de alguém que tanto amamos.

Foi assim com a minha querida avó que partiu deste mundo faz hoje um ano. Não estava preparado para a perder. Apesar da sua avançada idade, mantinha um espírito jovem e uma enorme força de viver.

Foi um grande exemplo de vida para mim e sentirei a sua falta para todo o sempre.

Descanse em paz, querida avó!
Um ano passou desde que perdi a minha tia e não há palavras bonitas ou de força que me consigam dar alento, ou trazer alguma felicidade para a minha vida.

Era a figura central da nossa família, uma mulher de coragem e a pessoa mais importante para mim.

Foi um exemplo a seguir em todas as vertentes da vida. Deixou toda uma família à deriva e na maior tristeza.

Não há tempo, nem palavras que ajudem a aliviar a dor de perder alguém assim.
Neste sétimo dia, recordaremos
com saudade a despedida de
alguém que permanecera vivo
entre todos nós. Agradecemos
a presença e profundas orações.
Eu não sei como lidar com a morte, como aceitar que meu primo se foi para jamais regressar. Estou tentando há um ano, e até hoje ainda não consegui jogar fora esta revolta sequer.

Quem me dera ter uma capacidade diferente de lidar com seu desaparecimento. Gostaria muito de compreender as razões da vida e da morte, mas imagino que não seja possível.

O que é garantido é que ele não está mais ao meu lado nem estará. Mas é garantido também que irei orar por ele e recordar os momentos incríveis que vivemos juntos. Enquanto eu puder, o seu nome permanecerá vivo.
Este luto nunca terá fim porque perder um filho é perder a razão de viver. Não consigo encontrar alegria nos meus dias neste mês sem ele.

Foram 30 dias de luto, de lágrimas e de uma tristeza que sei que nunca irá embora. Ele era tudo para mim, meu maior orgulho, a razão do meu sorriso e nada mais faz sentido sem ele aqui.

Que Deus o guarde e que a fé me ajude a seguir sem ele. Meu amor segue forte e inabalável!
Que Deus me livre sempre daquilo que não me traz paz e diminui minha alma.
Nenhuma despedida é fácil e é por isso que ainda não consegui dizer adeus ao meu querido primo. Eu sei que já faz 1 ano que ele partiu, mas tenho dificuldade de aceitar.

Ele era um grande amigo para mim. Ao seu lado, tenho lembranças maravilhosas. Dividimos muitas memórias da infância e ele foi sempre um grande parceiro.

Que Deus o tenha e que pelo menos em breve eu consiga lhe dizer adeus.
Desde que partiu há um ano, meu querido filho, que sinto que estou completamente à mercê das suas memórias. Elas invadem o meu espaço e me fazem ter saudades do tempo em que podia facilmente sentir o calor do seu abraço e receber ou lhe dar algum carinho.

Não mais poderei ver o seu rosto, sei disso, mas recordo muitas vezes o seu sorriso e sinto uma infinita saudade de um filho que não verei nunca mais.
A única certeza que temos na vida é que um dia partiremos deste mundo e apenas podemos desejar que seja para um lugar melhor.
É isso que desejo para o meu primo que partiu repentinamente há um ano, que ele se encontre agora não em um lugar melhor, mas no melhor dos lugares.

Não sei como será esse lugar. Não consigo sequer imaginar o que se pode encontrar lá, nem descrever todas as maravilhas que poderá conter, mas espero que tenha tudo aquilo de que ele tanto gostava e uma biblioteca infinita para que continue lendo e contando as suas histórias para quem o quiser ouvir.
Eu nunca me senti tão infeliz nem senti tanta saudade como nos últimos doze meses. Foi um ano duro, muito triste, porque você não estava ao meu lado como antes. Primo, eu sinto tanto sua falta.

Acho que ninguém imagina como foi difícil para mim superar a sua ausência, lidar com ela, reaprender a viver, a aceitar que um dia tudo termina. A vida é difícil mesmo: às vezes ela é boa, outras ela nos desilude.

Talvez a vida ou a morte nem tenham culpa sequer, eu não sei, mas vivo com esta revolta dentro de mim. Espero no próximo ano, estar diferente, conseguir aceitar de vez que você se foi e que talvez esteja em um lugar melhor.
Minha avozinha, que saudade que sinto da sua presença na minha vida, dos dias que ia para a sua casa e passávamos todo o tempo rindo e você me contava histórias inesquecíveis.

Faz 1 ano que partiu e ainda não me acostumei a não tê-la na minha vida. Sinto tanta falta. Às vezes, passo por alguém com um perfume parecido com o seu e meu coração dói.

Sinto uma falta imensa de poder ouvir sua voz. Espero que esteja em paz.
Dizem que o primeiro ano é o mais difícil e realmente tem sido muito triste sem você aqui, primo. Estou com muita saudade e ainda não consigo aceitar que você partiu.

Partiu sem eu poder me despedir, sem um último abraço e acho que é por isso que dói tanto. Levo sempre nossas lembranças, as memórias da infância, as brincadeiras que eram pura diversão.

Meu carinho e amor por você nunca irá se apagar, não importa quanto tempo passe. Hoje, oro pela sua paz. Oro pela sua proteção e peço a Deus que me ajude a seguir em frente.

Sinto muito sua falta, querido primo!
Todos os dias eu choro; todas as noites também. Foi um ano difícil, complicado, terrivelmente triste. Amiga, quem me dera que você ainda estivesse aqui ao meu lado, respirando, feliz como sempre.

Você tinha ainda tanta coisa para viver, tantos lugares para visitar, tantas comidas para provar. Minha cabeça não para de pensar em como foi injusto seu adeus, sua última despedida.

Descanse em paz, querida, no seu novo mundo. Vivo imaginando que seu novo lar é um lugar de alegria, com cores vivas e harmoniosas. Eu sei que pode ser mentira, mas é a forma que arrumei de me sentir melhor.
Já tive muitas despedidas difíceis nesta vida, algumas doeram muito, mas nenhuma deixou tanta mágoa como a despedida do meu querido filho que nos deixou há precisamente um mês.

Só quem já perdeu um filho é que poderá compreender o sofrimento que se sente e a dor que nos acompanhará ao longo de toda a vida.

Jamais irei esquecer você, meu amado filho!
Hoje completa um ano desde que o meu tio partiu, desde o dia escolhido por Deus para que deixasse este mundo.

O tempo passa e a saudade se mantém bem viva no meu coração, fazendo despertar em mim todas as memórias dos momentos felizes que compartilhei com ele.

Ao relembrar tudo o que passamos juntos, engano a saudade e sinto ele um pouco mais perto de mim.
Um ano depois, meu querido primo, e ainda não consigo lhe dizer adeus. A notícia do seu falecimento foi dos momentos mais difíceis da minha vida e ainda não consigo aceitar que isso tenha sucedido a alguém tão jovem e cheio de saúde.

Na verdade, não sei se algum dia chegarei a aceitar verdadeiramente, nem se irei me acostumar a não ter mais a sua presença, nem o sorriso com que presenteava o mundo.

Talvez nunca consiga encher o peito de coragem e reunir as forças para me despedir definitivamente de você. Talvez essa seja a minha forma de manter viva a sua memória.
Tudo que eu possa dizer não removerá a dor que você sente, mas sei que está atravessando um momento delicado com a morte de seu pai, e não podia deixar de estar ao seu lado para lhe tentar passar um pouco de força.

Infelizmente, por mais linda que seja uma vida, ela sempre termina desta forma triste e trágica. A morte leva as pessoas que mais amamos de um jeito rude e cruel, mas existe algo que ela não consegue levar e ao qual nos devemos agarrar convictamente: as memórias.

Tenho certeza que você viveu ao lado do seu pai momentos maravilhosos, que aprendeu com ele grandes lições e que também lhe dedicou seu carinho e sua atenção. Apesar de não poder voltar atrás no tempo, de ser impossível sentir seu abraço apertado, você pode manter viva a presença dele na sua vida por continuar falando dele aos outros, por continuar seguindo seu exemplo.

Tenha coragem e não abaixe os braços porque isso é algo que jamais seu pai desejaria ver. Você nunca estará sozinho nessa luta. Estou ao seu lado para tudo que precisar.
A minha avó partiu há 1 ano. A saudade e a tristeza que senti naquele dia, continuam aqui e sei que nada será capaz de fazer com que eu esqueça dela.

Sei que ela está em paz e isso me conforta, mas daria tudo para ter pelo menos mais um dia ao seu lado. Queria ouvir suas histórias pelo menos mais uma vez e receber o seu abraço apertado.

Guardo as memórias com muito carinho porque é uma forma de mantê-la viva.

Esteja em paz, querida avó. Estou sempre pensando em você!
Quero assinalar com tristeza e saudade o primeiro ano de falecimento do meu tio. Não é uma data feliz, traz à memória momentos de dor e desolação, mas pelo homem que ele foi merece este reconhecimento e palavras de gratidão por tudo que me deu.

Construímos uma boa amizade, não só porque nossa relação familiar o facilitava, mas porque tínhamos muito em comum. Com ele aprendi o valor da coragem, do altruísmo e da resiliência. Foi uma inspiração para mim, um exemplo que tento imitar todos os dias.

Dizer adeus foi difícil, mas temos que nos render quando a despedida é inevitável. Para sempre ficará seu sorriso genuíno, assim como as histórias maravilhosas que contava. O tempo continuará avançando, mas a saudade permanecerá batendo forte para que jamais ele seja esquecido.
Deixo aqui minha homenagem à mulher incrível que foi a minha avó. Hoje faz 1 ano que ela me deixou e a saudade segue aumentando.

Nunca serei capaz de agradecer por tudo que ela fez por mim e por tudo que me ensinou. Ela era uma mulher forte, uma mãe e avó dedicada e tudo que eu espero é que ela esteja em paz.

Sinto muito sua falta, queria avó!
Esta dor ainda está muito viva no meu peito. Faz 1 mês que meu filho partiu, levando consigo toda minha alegria e felicidade. Nada mais parece fazer sentido sem ele aqui.

Peço a Deus que me ajude, que me dê motivos para seguir em frente, porque sinto que nunca mais voltarei a sorrir. Agradeço a todos que têm tentado me alegrar, mas nenhum consolo tem efeito.

Meu filho era tudo para mim e viver sem ele é difícil demais.

Sempre amarei você, meu filho!
Minha avó amada, talvez você estivesse longe de imaginar a falta que faria nas nossas vidas, mas um ano depois do seu falecimento ainda permanece um vazio muito grande na vida de todos aqueles que amavam você.

É difícil esquecer a pessoa que foi uma referência como mãe, avó, esposa e mulher. Seu exemplo de dedicação, afeto e generosidade marcaram muito a pessoa que sou. Nunca esquecerei os valores que me transmitiu, assim como os bons momentos que passei na sua companhia.

Ninguém é eterno, mas anjos como você dá vontade de nunca largar, jamais deixar ir embora. E, de certa forma, isso acaba por acontecer comigo, pois a morte levou sua presença, mas eu a tranquei na parte mais secreta do meu coração.

Um ano passou, mas permanece a gratidão pela oportunidade de ter alguém tão inspirador na minha vida. As memórias serão eternas e as homenagens constantes porque, mais do que ninguém, você merece ser recordada para sempre, avó.
Há um ano o céu ficou cinzento, a tempestade invadiu minha vida e o coração transbordou de tanta tristeza. Há um ano recebi a notícia que você tinha falecido, tia, e ainda é difícil de acreditar que essa tragédia tenha acontecido de uma forma tão inesperada.

Construímos uma linda amizade durante o tempo que tivemos oportunidade de conviver, e acredite que foi fácil nutrir por você uma profunda admiração. Mulher guerreira, muito esforçada, carinhosa e sempre sorridente, era impossível que sua personalidade, sua forma de ser não marcasse minha alma, como veio a acontecer.

Quando se perde uma pessoa especial como você era para mim, é como deixar de ter luz, é como sentir o barco andando à deriva. Hoje lido com sentimentos de saudade porque são muitas as recordações dos momentos que vivemos lado a lado. Nunca esquecerei tudo que você representou na minha vida, tia.
Os últimos trinta dias foram, sem qualquer dúvida, os mais traumatizantes de toda minha vida. Ver meu filho partir foi e continua a ser a maior dor que algum dia experimentei. Só gostaria que ele continuasse vivo.

Eu sei que não é possível, que ele se foi para sempre e jamais irá regressar, mas intimamente, eu confesso que tenho esse desejo. Foi há um mês que meu filho se foi, mas parece que foi há um ano. Que dor! Que angústia!

Saber que ficou tanto por contar, por conversar, por olhar e abraçar; saber que ele partiu cedo demais, tudo isso é trágico e doloroso demais de suportar. Só espero que ele esteja agora em um mundo de paz e serenidade, porque ele merece.
 
Hoje, passado um ano do seu falecimento, tia amada, me lembrei de você e senti um aperto no peito igual ao que havia sentido no momento em que soube que tinha partido deste mundo para sempre.

Não tem sido fácil seguir com a vida sem a sua companhia e o seu amor. Várias vezes me recordo de você e de como era uma mulher aparentemente frágil e delicada, mas com uma força interior que a fazia superar tudo e enfrentar qualquer um.

Como gostava de ter metade dessa sua força para conseguir enfrentar este mundo que ficou mais deserto depois de perder você.
Faz hoje um mês que perdi você, meu filho amado, e desde essa data que todo o meu corpo é dor e saudade.

Não sei como expressar o que sinto de outra forma, é algo que vem bem do fundo de mim e que não passa com o tempo.

É a maior dor que senti na vida e que me irá acompanhar sempre.
Aos amigos, colegas, parentes e a todos os que têm sido incansáveis a manifestar seu apoio e o carinho que sentiam pelo nosso tão amado e falecido ente querido, queremos por este meio agradecer.

Nestes momentos são poucas as coisas que nos confortam, mas esperamos que através da oração seja possível que nos aproximemos de Deus e apaziguemos a nossa dor. Para o efeito, convidamos a todos para se juntarem a nós na Missa do Sétimo Dia.
Faz hoje oito meses desde que vi partir uma pessoa incrível, mas para mim é como se o tempo não tivesse passado, pois a ferida ainda está aberta no meu coração.

Tudo o que me resta são as belas memórias dos momentos que compartilhamos e que relembro com muito carinho.

Passe o tempo que passar, aconteça o que acontecer, jamais me esquecerei você.
Sempre nas minha orações agradeço a Deus por tudo o que tem feito por mim, mas sobretudo pelos livramentos de que nem me apercebi.
Este último ano foi muito difícil, pois foi o primeiro ano em que não pude contar com a presença de uma das pessoas que mais me era querida, a minha amada tia.

No início foi muito difícil lidar com a dor que sentia, em pensar noutra coisa que não fosse a minha tia e de como já não a tinha mais por cá.

Hoje é um pouco mais fácil falar sobre esta grande perda na minha vida, se bem que, à medida que escrevo estas palavras sinta que as lágrimas querem sair novamente.

Esta dor nunca irá desaparecer completamente, da mesma forma que a minha tia nunca deixará de ocupar um lugar no meu coração.
Agradecer é pouco, mas é o que posso
fazer a quem se reunir na missa de
sétimo dia para orar e homenagear
nosso ente querido que partiu cedo
demais e nos deixa tanta saudade.
Eu gostaria muito que minha avó ainda estivesse aqui para me dar aquele apoio que só ela sabia dar. Aquele agraço gostoso, aquele sorriso que fazia o tempo parar. Foi há um ano que ela se foi. Que saudade!

Todos os dias sinto sua falta. A saudade tem sido, na verdade, o maior obstáculo a superar. Eu sei que tenho de aceitar definitivamente a sua despedida, mas às vezes fica difícil.

Quero só acreditar que ela está serena, em um lugar harmonioso e onde a tranquilidade seja rainha. Ela sempre mereceu coisas maravilhosas. Irei recordá-la com muito carinho e todos os dias irei orar pela sua paz.
É incrível como a falta que sinto da minha avó, mesmo 1 ano após a sua partida. Ela era muito importante para mim e sei que tudo que aprendi com ela, seguirá comigo para sempre.

Sinto falta das suas histórias, das comidas maravilhosas que só ela sabia fazer. Agradeço pela oportunidade que tive de poder passar tanto tempo com ela e por mais que sinta muita saudade, sei que ela está em paz.

Deixo aqui esta homenagem para a minha avó no seu 1 ano de falecimento. Levo-a comigo sempre, nas memórias e no coração.
Não há consolo quando o assunto é a perda de um filho. O meu partiu há 1 ano e em todo este tempo, nunca achei nada que fizesse minha dor diminuir.

Meu luto é eterno porque a saudade é eterna e porque nada é capaz de substituir a presença do meu filho na minha vida. Sigo em frente porque tenho que seguir, mas não consigo suprir a falta que ele me faz.

Oro todos os dias para que ele esteja em paz e para que Deus me ajude. Meu amor pelo meu filho nunca irá se extinguir.
Que Deus me livre das pessoas erradas
Há um ano vi partir uma amiga
Com um triste e doloroso sentimento.
Não há dia em que eu não consiga
Não a ter no meu pensamento.

Ela foi, mas restaram memórias
De tudo que vivemos com paixão.
Juntas eternizamos nossas histórias
Que lembro com muita emoção.

Minha amiga partiu, é verdade,
Ainda hoje custa acreditar.
Sinto a dor, o pesar, a saudade,
A vontade de a voltar a abraçar.

Dizem que amizade é para sempre.
Passou um ano e, agora, eu sei.
Confirmo o que meu coração sente,
Que jamais a esquecerei.
Que Deus me livre de pessoas invejosas que fazem de tudo para prejudicar a felicidade dos outros.
Tia, um ano passou sem sua presença na minha vida. Há doze meses chorava amargamente seu falecimento por tudo que ele significava. Eu sabia que ao ver você partir estava perdendo uma amiga, uma segunda mãe, uma autêntica irmã que estava presente em todas as horas.

Durante todo tempo que passou desde esse trágico acontecimento, tenho sentido uma profunda saudade e uma forte vontade de voltar atrás no tempo. Vivemos momentos tão lindos e compartilhamos uma infinidade de sentimentos tão especiais que nada na minha vida voltou a ser igual. 

Eu sinto sua falta todos os dias. Conhecer você, conviver de perto, estar constantemente na sua presença fez de mim uma pessoa melhor e eu jamais esquecerei esse efeito positivo. Aconteça o que acontecer e para onde quer que vá levarei você no meu coração. A gratidão e o amor que sinto serão eternos.
O Senhor escutou minhas orações
Que Deus me livre deste peso
Faz hoje precisamente um ano que você partiu, avozinha. Todos nos reunimos nessa ocasião para um emocionado e merecido adeus. As lágrimas expressaram não só a tristeza da despedida, mas também o agradecimento por tudo que nos ofereceu enquanto viveu. E foi muito, foi tudo que precisávamos para sermos felizes.

Tem sido mais difícil que aquilo que eu imaginava não ter sua presença na minha vida. Ninguém me consegue dar aquele carinho doce, as histórias emocionantes e os ensinos sempre sábios que você me dava. Às vezes, fico sorrindo ao recordar belos momentos que vivemos e ao refletir sobre o amor lindo que nos uniu.

Estes doze meses que passaram têm sido pautados pela imensa saudade que sinto de você. É inegável que meu mundo ficou mais pobre com sua partida. Foi um verdadeiro orgulho ter uma avó tão especial quanto você foi para mim.
Você partiu, faz 1 ano, tia, e mesmo que eu saiba que não pode me ouvir, escrevo para contar a minha saudade. Sinto sua falta sempre e lembro muito dos momentos que costumávamos compartilhar.

Ainda me pego falando com você e sempre tem dias que tudo que eu mais queria era poder ouvir um conselho seu. A falta que sinto é gigante e sei que nunca irá acabar, pois você significa muito para mim.

Guardo você no meu coração e na minha memória, tia!
Este é um momento muito difícil. O luto ainda não passou e queremos agradecer de coração quem esteve ao lado de nossa família.
O apoio incondicional e a fé em Deus é o que tem nos ajudado a prosseguir.

Em meio à tanta tristeza, vem um momento importante da despedida. Contamos com a sua companhia na Missa de Sétimo Dia desta pessoa tão especial que nos deixou.

Que ela descanse em paz.
Quero acreditar que você está em um mundo melhor e que um dia podemos nos reencontrar. Descanse em paz, titia.
Pesos que não eram meus, meus ombros carregaram, até o Senhor os tirar de mim e me tornar mais leve!
Uma avó é uma segunda mãe, pelo menos a minha é, aliás, foi, porque ela partiu há exatamente um ano. Quero acreditar que ela está em um lugar confortável, leve, sereno. Descanse em paz, vovó!

Não tem sido fácil conviver com a sua ausência, com a falta que tenho de um abraço, de um beijo, de uma palavra sábia e doce. Foram doze meses complicados, mas acho que começo a ver as coisas de outra forma.

É claro que não consigo lidar com seu desaparecimento de uma forma agradável, mas tentarei aceitar os desígnios da vida e da morte sem mágoa. E isso já é muito positivo.

Prometo, por mim e também pela minha querida avó, lutar pela minha felicidade, fazer o que puder para regressar à minha estrada. Quem sabe um dia, até nos reencontramos. Até essa data irei orar pela sua alma todos os dias, vovó.
Meu tio partiu há um ano e deixou uma enorme saudade que não consigo afastar. Era uma pessoa muito presente na minha vida e não tem sido fácil não pensar que deveria estar aqui comigo.

A toda a hora, mesmo nas pequenas coisas, sinto falta de o ter aqui. Sinto falta da sua risada, das suas palavras inspiradoras e de como simplesmente me fazia sentir melhor.