Entre a dor da sua ausência e o orgulho por tudo que vivemos mãe

Não são precisas muitas palavras para expressar a falta que você me faz, mãe. Sua ausência deixou um vazio do tamanho do universo. É uma sensação de que meu coração está incompleto e que nada nem ninguém poderá ocupar esse lugar que foi apenas seu.

Sinto saudades dos tempos maravilhosos que vivemos. Foram muitas as alegrias, vários os momentos de verdadeiro afeto e cumplicidade. Construímos uma relação bonita repleta de confiança, amor e amizade. E, por isso, nem a morte pode quebrar a força do que nos uniu.

Ter uma mãe como você foi um orgulho e um grande privilégio. Aprendi muito com seu exemplo de coragem e determinação. Sei que deveria ter ouvido ainda mais seus conselhos, mas reconheço que eles foram dados no momento certo e sempre para meu benefício.

Às vezes é difícil carregar esse fardo de saber que você não está mais aqui comigo. Há dias em que me apetece chorar, outros em que me falta aquele seu abraço mágico. Agora sei que quem perde uma mãe, perde um pouco do sentido da vida, mas prometo continuar, enfrentar essa e outras adversidades de cabeça erguida, tal como você fez em todas as ocasiões.