A minha falecida irmã era otimista

A palavra que melhor definiria a minha falecida irmã é otimista. Ela tinha uma crença inabalável de que tudo era possível e de que as coisas acabariam sempre por se resolver.

Essa sua forma de olhar a vida era contagiante. Foram muitas as vezes em que, graças às suas palavras positivas, eu fui capaz de superar desafios e seguir em frente.

Hoje era precisamente da sua atitude positiva que eu mais precisava para que não sentisse tanto a dor da sua partida.

Vou tentar sorrir, pois sei que ela não me queria ver chorar. Você me faz muita falta, querida irmã.